quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Marcos Sacramento e Luiz Flavio Alcofra se apresentam no Rio de Janeiro



A Sala Funarte Sidney Miller recebe o cantor e compositor Marcos Sacramento e o violonista Luiz Flavio Alcofra, no show “Valserestas”. A apresentação acontece nesta sexta-feira, 22, às 19h. Os ingressos custam R$ 10 e a Sala Funarte fica na Rua da Imprensa, 16 – Centro, RJ. Mais informações pelo telefone 2279-8104.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Muita música marca as homenagens ao aniversário de Vinicius de Moraes

Nesta terça-feira, 19, o poetinha Vinicius de Moraes completaria 97 anos. Dentre as várias homenagens que podem ter por aí, apresento aqui duas opções: uma no Rio, outra em São Paulo.

Para os cariocas, o Vinicius Bar recebe a cantora carioca Thaís Motta e o pianista niteroiense Marvio Ciribelli. O evento acontece às 22h30 e será uma edição especial de "Influência da Bossa", show que Thaís e Marvio apresentam no local há dois anos. Desta vez, o show será somente com músicas de Vinicius de Moraes, com novos arranjos para clássicos como “Sei lá”, “Minha namorada” e “Garotra de Ipanema”. Acompanhando a dupla no palco estarão Francisco Falcon (contrabaixo) e Amaro Júnior (bateria).

O Vinicius Bar fica na Rua Vinicius de Moraes, 39 – Ipanema. Os ingressos custam R$ 30 e mais informações podem ser obtidas pelo telefone (21) 2523-4757.


Já para quem está em São Paulo, a opção é conferir a cantora Ana Gilli no show “Como dizia o poeta”. A apresentação também será nesta terça, às 22h, no All of Jazz. Acompanhando a cantora estarão Leandro Brenner (direção musical e violão), Fernando Silveira (percussão), Bruno Tessele (bateria) e Fil Caporali (baixo).

O All of Jazz fica na Rua João Cachoeira, 1366 – Itaim, e os ingressos custam R$ 20 (sendo R$ 10 de consumação).

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Francis Hime se apresenta em Porto Alegre


“O Tempo das Palavras...Imagem” é o nome do show que Francis Hime apresenta nesta sexta e sábado em Porto Alegre. O show acontece às 21h, no Studio Clio.

Neste show, Hime apresenta o álbum duplo, lançado pela Biscoito Fino, em comemoração aos seus 70 anos. O Tempo Das Palavras, cd de músicas inéditas, é uma ode ao músico e à palavra que, por si só, pode ser música. Já o disco Imagem, sobre as trilhas de cinema compostas por ele ao piano, parte da associação entre palavra e imagem, para nortear um disco onde não há nenhuma das duas, só música que, neste caso, agrega a palavra e gera a imagem.  

O Studio Clio fica na Rua José do Patrocínio, 698. Mais informações pelo telefone (51) 3254-7200.


* Sugestões: culturaemovimento@gmail.com

Amaranto faz show em Belo Horizonte


O Poterie Atelier Café recebe, nesta sexta-feira, 15, o trio Amaranto, para um show intimista, a partir das 20h30. Formado pelas irmãs Flávia, Marina e Lúcia, o grupo vocal tem 4 CDs gravados, sendo o último, “Três Pontes”, lançado em 2006, dedicado ao público infantil. No palco, com as três irmãs, o violão, o piano, a flauta e a gaita, tocados por elas mesmas, em uma harmonia que completa seu ciclo com a linda voz de Flávia, Marina e Lúcia.

O Poterie Atelier Café fica na Rua Eurita, 62 – Santa Tereza, BH. Os ingressos custam R$ 15 e mais informações podem ser obtidas pelo telefone (31) 3282-8061.


* Sugestões: culturaemovimento@gmail.com

Festa ardida convida Orquestra Voadora e Mulheres de Chico

 
O Circo Voador, no Rio de Janeiro, será palco da festa que promete “colocar o hype para dançar de rostinho colado com o pop”. A Festa Ardida acontece hoje, 15, a partir das 22h. Os Djs André Maior e Casanova prometem incendiar a lona com o melhor do Pop, Rock e MPB, enquanto a Vj Lê Pantoja derrete o picadeiro voador com suas projeções.

Como convidadas, as batuqueiras do grupo Mulheres de Chico, com a poesia e a genialidade de Chico Buarque em ritmo de carnaval. Já a Orquestra Voadora fecha a programação, levando o público para onde o "repertório infinito", com sambas clássicos, rock’n’roll, trilhas sonoras de filmes e desenhos, grooves clássicos e vanguardísticos.

O Circo Voador fica na Eua dos Arcos, s/n – Lapa. Os ingressos custam R$ 50 (inteira) e mais informações podem ser obtidas no site do evento ou pelo e-mail festa.ardida@gmail.com


* Sugestões: culturaemovimento@gmail.com

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Quinteto de metais da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais faz nova apresentação


Sob a regência do maestro Fábio Mechetti, o quinteto de metais da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais faz concerto nesta sexta, 8, na Fundação de Educação Artística (FEA), em Belo Horizonte. O concerto vai explorar a sonoridade dos metais em obras de Mozart, Korsakov, Dvorák, Gershwin e outros.

A apresentação começa às 20h30 e a FEA fica na Rua Gonçalves Dias, 320 – Funcionários, BH. Os ingressos custam R$ 10 e estão à venda na secretaria da Fundação. Mais informações pelo telefone (31) 3219-9000.


segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Especial "A música de São Paulo": Tó Brandileone

Foto: Dani Gurgel
 
Se nas décadas de 50 e 60, a Bossa Nova transitou pelo cenário internacional, atraindo a atenção para o que o Brasil tinha a oferecer culturalmente, hoje, o cenário não é muito diferente. Jovens e talentosos artistas – como eram os músicos que fizeram parte desse movimento – andam fazendo bonito fora do país.

Tó Brandileone é um exemplo de músico que está seguindo os “passos internacionais” de seus antecessores da Bossa Nova. Aliás, o movimento faz parte de suas influências, tendo João Gilberto e Tom Jobim como “guias”. E se a Bossa Nova tem um pé no jazz, a música de Tó bebe na fonte dos meninos de Liverpool.

Com apenas 23 anos e experiência de veterano, Tó já fez temporada de um mês na Europa e, segundo ele, o mercado fonográfico europeu é mais receptivo que o brasileiro. Entre os motivos apontados por ele, está o maior poder aquisitivo dos europeus, o que possibilita mais oportunidades de gastar com cultura.

Em seu primeiro disco, o músico apresenta canções autorais – a maioria delas em parceria com Vinicius Calderoni, outro jovem artista paulista. Sua formação e seu gosto musical transitam pelo “meio bossa nova e rock’n’roll”. Mesmo que a influência do rock apareça pouco no primeiro CD, Tó foi guitarrista de uma banda, na adolescência, e garante que o rock faz parte de sua formação. Segundo ele, isso vai aparecendo aos poucos em seu trabalho. “Acho que toda arte é resultado de uma mistura”, diz ele, que define sua música como, simplesmente, brasileira. Mas esse simplesmente está longe de mostrar um trabalho sem conteúdo.

A música de Tó é brasileira porque consegue casar - e muito bem - diferentes ritmos e tendências, sem perder uma identidade ou coerência do trabalho apresentado. O músico já apresenta um trabalho realmente consistente, mostrando a que veio. Esse é um nome que apareceu para ficar.


Tó Brandileone é um dos integrantes do 5 a seco.

*Sugestões: culturaemovimento@gmail.com

Vote no Cultura em Movimento no Prêmio Top Blog! Basta clicar no banner do lado direito do blog e votar. Depois, é só confirmar o voto por e-mail! A votação vai até 6/10.